ENCRUZILHADES

As encruzilhadas são espaços de sociabilidades e de resistências. Historicamente, foram vendendo produtos e serviços nesses locais que homens, mulheres e crianças, na sua maioria negros e negras, lutaram por sua sobrevivência e conquistaram níveis de autonomia, bem como conquistaram as suas liberdades, comprando-as, no período da escravidão. Entretanto, além de serem espaços possíveis para negócios, no contexto das religiões afro-brasileiras as encruzilhadas são domínios das entidades das ruas, dos caminhos e da comunicação.

É nesse cruzamento de conceitos que as oferendas dos textos surgem como forma de solidariedade e estratégias de sobrevivências e proteção às pessoas transvestigêneres e profissionais do sexo. Convidamos à todes, estudantes, pesquisadores, escritores, etc., a compartilhar conosco suas pesquisas através do e-mail [email protected]

Indice de textos

  • A Lenda Da Trava Leiteira – Tertuliana Mascarenhas Lustosa – 2017
  • “As meninas entraram na Casa pra ficar” Corpos, marcas e narrativas: História(s) e disputas da Casa Nem – Dissertação de mestrado – Luiza Borges – 2018
  • Homens Trans e Direitos Básicos – HTA RS
  • Vila Mimosa: Etnografia da Cidade Cenográfica da Prostituição Carioca
  • Cartilha para Homens Trans e Transmasculinos
  • Mapa Da Violência Contra a Mulher 2018
  • Guia de orientação sobre alistamento militar de pessoas travestis, mulheres transexuais e homens trans – Organização ABGLT – 2018